tela de chuva
Publicado em 18 de novembro de 2021

Tela de chuva: para se proteger das águas de março!

Por Renan Pires

Você sabe o que é uma tela de chuva? Este sistema é fundamental para proteger as esquadrias contra a ação prejudicial da penetração de chuva. Se você quer saber mais sobre como esse conceito funciona, continue lendo este artigo da Aluparts!

O que é uma tela de chuva?

Tela de chuva é um sistema que divide uma fachada em duas lâminas independentes com usos distintos, separadas por uma câmara de ar ventilada. A lâmina interior é resistente, estanque e isolada, enquanto a exterior protege o interior da chuva. Existe uma equalização da pressão em ambos os lados da tela.

O conceito procura evitar a penetração de água da chuva ou a água que vem através do vento, em uma esquadria ou sistema de parede de vidro.

É fato que, por mais que possamos minimizar ou tratar as aberturas, elas jamais deixam de existir na fachada.

Uma vedação de água exposta diretamente às intempéries nunca será eficiente no longo prazo. Mas, na medida do possível, devemos minimizar sua exposição ou propor novas soluções.

A câmera rainscreen (tela de chuva) – ou “linha de água”, como chamamos no Brasil – é a solução mais eficaz para o controle de água na envolvente, ao usar os próprios recursos físicos da chuva para expulsar a água e ainda proteger a vedação a outros agentes externos.

Um pouco de história

✓ Em 1953, o Edifício Alcoa (hoje Torre do Empreendimento Regional), nos Estados Unidos, se tornou o primeiro edifício comercial a utilizar o princípio de proteção contra chuva. Esta é uma torre de 30 andares em Pittsburgh que usa painéis de alumínio de 1/8” com juntas abertas em labirinto.
✓ No início dos anos 1960, uma pesquisa foi conduzida na Noruega sobre a penetração da chuva em janelas e paredes. O Sr. O. Birkeland publicou o primeiro artigo referindo-se a uma “barreira de chuva”.
✓ Em 1964, o GK Garden do Canadá publica o artigo “Penetração da chuva e seu controle”.
✓ No artigo de Birkeland, ele sugere que “ventilar a cavidade atrás da tela equalizaria a pressão em ambos os lados da tela e, essencialmente, eliminaria as diferenças de pressão do ar como uma força de penetração da água da chuva.”
✓ Em 1971, a Architectural Aluminum Manufacturers Association (AAMA) publicou o primeiro guia para projeto de equalização de pressão.

Para que serve a tela de chuva?

O objetivo de uma parede de tela de chuva é evitar a penetração da chuva.

Para que a chuva impulsionada pelo vento penetre em um conjunto de parede, três condições devem existir:

  1. deve haver água na superfície externa da parede
  2. deve haver uma abertura através da qual a água e o ar possam passar
  3. deve haver uma força (como o vento) para empurrar a água por essas pequenas aberturas.

Se qualquer uma dessas três condições for eliminada, a penetração da chuva será significativamente reduzida ou deixará de existir.

A água da chuva pode penetrar na parede de um edifício das seguintes maneiras:

Ação capilar

Capilar é a capacidade de um líquido fluir em espaços estreitos sem a ajuda (e em oposição) a forças externas, como a gravidade.

As forças envolvidas são uma combinação da tensão superficial da água e as forças adesivas entre a água e os materiais adjacentes.

Energia cinética

A energia cinética é geralmente referida como chuva impulsionada pelo vento.

As cargas de vento em edifícios estão sujeitas a muitas variáveis, incluindo direção do vento, rajadas, geometria do edifício e condições circundantes.

Essa força também é a mais associada às diferenças de pressão do ar.

Tensão superficial

A tensão superficial é uma tendência de contração da superfície de um líquido, que lhe permite resistir a uma força externa.

Gravidade

A gravidade é a força que puxa a água pela face da parede e nas aberturas.

Correntes de ar

As correntes de ar são muito parecidas com a energia cinética, porém sem a chuva impulsionada pelo vento.

Diferença de pressão

Quando um lado do sistema de revestimento tem uma pressão positiva e, o outro lado, negativa, a água é puxada para o lado negativo.

Diferença de temperatura

Quando há diferença de temperatura do lado externo e interno, ao se encontrarem, forma-se um fluxo de ar por convecção.

Conceito de tela de chuva

No sistema tela de chuva, as forças do vento e da água trabalham a favor de um sistema estanque.

O método mais eficiente de combate à pressão é o uso do Princípio da Equalização, que consiste em três barreiras contra o ar.

A barreira externa consiste nas aberturas que permitem a entrada do ar. A pressão interna é capaz de suportar a pressão exercida sobre ela, fazendo com que o ar fique preso entre elas, dentro da região que podemos chamar de câmara.

A câmara será preenchida com ar até que sua pressão se iguale à pressão externa, criando assim uma pressão quase nula entre os ambientes.

Para que o ar entre, as aberturas precisam estar do lado externo da câmera a fim de se conseguir a equalização. A quantidade e o tamanho das aberturas precisam ser estudados. Esse processo de equalização leva segundos para acontecer, dependendo do ciclo de pressão externa.

O sistema de vedação com equalização de pressão garante uma vedação muito maior em relação à simples vedação por gaxeta ou silicone. Basicamente, destrói a força do vento e usa a mesma força para expulsar a água da câmara pluvial.

Ações da água nas aberturas

Ação da água nas aberturas

Câmera de equalização

câmara de equalização

Conheça a Aluparts!

Gostou deste artigo? No Blog da Aluparts você encontra outros conteúdos exclusivos sobre assuntos relacionados. Somos uma empresa de engenharia especialista em consultoria de projetos em esquadrias e manutenção, e retrofit de fachadas.

Temos mais de 30 anos de experiência e atuamos em todo o Brasil. Entre em contato conosco e saiba mais sobre os nossos serviços!