2021 08 20 Reforcos Estruturais
Publicado em 03 de agosto de 2021

Reforços estruturais: quais fatores tornam a esquadria mais resistente?

Por Arq. Audrey Dias

As esquadrias de alumínio desempenham papel fundamental na construção civil. Seu valor justifica a importância: elas custam entre 10% e 20% do total da obra. É fundamental que consultores, projetistas e fabricantes saibam especificar os materiais e o dimensionamento dos perfis que compõem as esquadrias, respeitando as normas técnicas pertinentes. Neste artigo, explicaremos melhor sobre a questão dos reforços estruturais em esquadrias de alumínio. Acompanhe!

Saiba mais sobre os reforços estruturais das esquadrias

A escolha dos perfis vai muito além da estética: está relacionada à qualidade do produto, que por sua vez vai garantir a eficiência e a durabilidade do projeto. Isso porque as esquadrias são submetidas a diversos tipos de esforços: pressão de vento, manuseio e operação, cargas acidentais, esforço de torção etc.

Para resistir a todos estes fatores, é necessário um perfil com estrutura adequada. Não estamos falando só das dimensões, mas da forma e da área da seção, o que denominamos “geometria estrutural dos perfis”.

Nem sempre os perfis mais pesados são os mais resistentes. Detalhes que em um primeiro momento podem parecer puramente estéticos são, na realidade, reforços estruturais.

Mas a verdade é que, ao definir os perfis a serem usados em uma esquadria, a estética fica em segundo plano. O fundamental é optar por perfis com resistência estrutural adequada, para a sua correta aplicação e desempenho.

Para uma boa performance do caixilho, é preciso considerar o módulo da seção, que nada mais é que a relação entre a tensão e a deformação elástica. Confira os exemplos:

Pressão de obstrução

É a pressão que o vento exerce sobre a superfície da esquadria ou fachada. Quando uma esquadria é instalada perpendicularmente à direção do vento, o lado externo recebe pressão positiva, enquanto o lado interno recebe pressão negativa.

Essas são as maiores cargas que as esquadrias recebem, com rajadas que podem chegar a 120 km por hora. Dá para entender o quanto este fator é fundamental para o dimensionamento dos elementos que compõem a esquadria, certo?

Momento de flexão

Devido à elasticidade dos materiais, a pressão dos ventos deforma as esquadrias. Quando em repouso, elas devem voltar à forma original.

Essa deformação precisa ser controlada para evitar infiltrações, quebra de vidros e até mesmo o colapso da estrutura.

As deformações das esquadrias são chamadas de flexões e são controladas com a aplicação dos perfis adequados. Isto é, com dimensões e geometria apropriadas. Em um projeto, estas definições são dadas pelos Consultores.

A imagem representa o momento de flexão dos reforços estruturais

Módulo de inércia

É a soma de várias porções de área multiplicadas pelo quadrado das distâncias até o eixo de gravidade. A soma refere-se ao total da seção.

O módulo de inércia controla a deformação. Ou seja: quanto maior o módulo de inércia, mais resistente será o perfil.

Conte com a Aluparts!

Na Aluparts, profissionalismo vem em primeiro lugar! Confie na nossa equipe para o seu projeto e nem pense em imprevistos. Somos especialistas em projetos de esquadrias de alumínio, manutenção de esquadrias de alumínio, vedação de fachadas e outros serviços.

Gostou deste artigo? Em nosso blog você encontra outros conteúdos exclusivos!